Sobe para 4 número suspeitos pelo assasinato do empresário sinopense

diminuiaumenta



Policiais prenderam, agora há pouco, em Nova Mutum, mais dois acusados de envolvimento no assassinato do empresário sinopense Paulo Terão, 46 anos. 
Uma fonte policial disse que os dois foram encontrados em residências, nos bairros Novo Estado e Jardim Veneza. Ambos são adultos e teriam algumas passagens pela polícia. 
A prisão do terceiro suspeito foi informada em primeira mão, ao Só Notícias, pelo delegado regional José Abadias Dantas. 
Ele revelou ainda que este teria assumido a direção da Toyota Hilux branca do empresário. Policiais civis de Sinop e Sorriso ainda continuam na região de Nova Mutum 
realizando diligências para prender outros acusados de envolvimento no crime. O secretário de Estado de Segurança Pública, Mauro Zaque, confirmou a prisão de outros 
dois suspeitos, entre ontem à noite e esta madrugada, também em Nova Mutum. Zaque disse ainda que há outras pessoas envolvidas no planejamento do roubo da caminhonete 
do empresário e todas já foram identificadas. Conforme Só Notícias já informou, o corpo de Paulinho, como era popularmente conhecido, foi encontrado, na noite de 
sexta-feira, às margens da BR-163, nas proximidades do posto da Polícia Rodoviária Federal em Sorriso. A perícia apontou que ele não foi atingido por tiros, porém, 
havia afundamento de crânio e algumas escoriações. Tudo indica que ele foi jogado da própria caminhonete, uma Toyota Hilux branca. Ele foi sepultado, ontem pela manhã,
no cemitério municipal. A esposa disse que Paulo saiu com a sua caminhonete para ir ao mercado e, quando retornou, por volta das 20h13, foi abordado por criminosos em 
frente ao portão de sua residência. A esposa disse que os bandidos chegaram em um VW Gol escuro. Possivelmente, um assumiu a direção da caminhonete e ambos os veículos
fugiram em alta velocidade. O empresário ficou no veículo em poder dos assaltantes. O veículo possuía rastreador, os criminosos chegaram a furar uma barreira policial 
e acabou sendo abandonada nas proximidades de um barracão, no bairro Setor Industrial, em Lucas do Rio Verde. Um caminhoneiro que passava pela BR-163 acionou a PRF ao 
ver que uma pessoa teria sido atirada de uma caminhonete com as mesmas descrições da roubada. Os policiais se deslocaram até a localidade informada e encontraram o 
corpo. Paulo era dono da Pit Stop Lubrificantes, na rua João Pedro Carvalho e morava há mais de 30 anos em Sinop. Há cerca de três anos, o filho de Paulo faleceu em 
acidente. O crime revoltou os moradores sinopenses que deixaram muitas manifestações na página do Só Notícias no Facebook. 




Fonte: Sò Noticias

Data: 15/06/2015